Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Deixei minha alma lá fora por Adriana Janaína Poeta

Deixei minha alma lá fora,
fui ver a noite
sem estrelas,
fui ver a lua escondida
sob o manto cinza azulado
e a chuva...
Deixei minha alma lá fora,
descalça, com fome,
com frio.
Vestida de céu,
chuva e rio.
Meus pés na relva macia...
Deixei minha alma lá fora,
feito menina,
nua e sem medo.
Despida como estrela,
cheia de amor
e de brilho...
No céu sereno
e sem lua,
sem estrelas,
vazio,
minha alma caminhou
sem destino...
Alma peregrina,
cigana, tempestade
e oceano,
alma bailarina.
Ouvindo os astros,
suave e eterno canto...
Deixei minha alma lá fora,
como era livre,
como era feliz!
Uma com a Criação,
sem teto, sem chão,
de sonho apenas vestida, então.
(Deixei minha alma lá fora por Adriana Janaína Poeta)

Últimas postagens

Meu mar por Adriana Janaína Poeta/ in As Moiras

Criador e criatura por Adriana Janaína Poeta/ in As Moiras

(As mais Valentes por Adriana Janaína Poeta/ Para as amadas Valquíria/ in as Moiras)

Vazio por Adriana Janaína Poeta

Terra por Adriana Janaína Poeta

Quem sou por Adriana Janaína Poeta

Alma perene por Adriana Janaína Poeta

Dom por Adriana Janaína Poeta

A obra do autor é sagrada por Adriana janaína Poeta

Me leva por Adriana Janaína Poeta