Lua no céu Por Adriana Janaína Poeta

Lua no céu 
Por Adriana Janaína Poeta

Eu quero estar nos teus braços
mergulhar no teu corpo
e nunca mais
retornar a superfície.

Respirar o teu cheiro,
me embriagar com teus beijos
ser a cor
do teu olhar.

E na mais profunda tarde
ser teu chão,
teus braços
e meus suspiros.

Eu quero voltar no tempo
e ser botão renascido,
mas tendo feito e vivido
tudo o que era preciso.

Poder adormecer
sem doer nenhuma lágrima, 
morrer a pequena morte,
viva, intensamente viva.

Não me ame com tristeza,
embora eu também a sinto.
Não me queira pela metade,
mas pode ser assim.

Eu sei carregar a dor
e ter sorrindo no rosto uma flor.
Eu sei andar buscando o sol
porque eu tenho o nosso amor.

Eu vou estar ao teu lado
sempre apaixonada,
mesmo quando for preciso
estar distante.

Durante esta jornada,
pão, vinho e queijo na mesa.
Nossos olhos brilhando,
eu agarrada à tua mão.

Antes de findar a taça,
de pernas bambas,
já nos teus braços.
Seremos a lua no céu sem estrelas.  


Comentários

Postagens mais visitadas