Jovem pescador Por Adriana Janaína Poeta

Jovem pescador
Por Adriana Janaína Poeta

Meu pai gostava do mar,
costumava pescar.
Cantava na areia junto as ondas,
observava tudo, jovem pescador.

Redes apinhadas de peixes,
conchas alvas e rosadas,
estrelas marinhas enfeitadas.
Era jovem pescador.

Pés descalços,
barras da calça enroladas,
camisa de malha suada, 
sol beijando a sua face.

Crucifixo dourado no peito,
óculos brilhando na tarde.
Mãos cheias de versos,
um sonhador.

Ouvidos tocando a melodia,
cantarolava poesia.
Minha mãe era seu amor.
Ele era um jovem pescador...

E quem o olhava distante,
não poderia perceber
que carregava Deus consigo
encrustado no peito.

E na praia sempre movimentada,
ele andava a pensar
na vida, na música, na embalada
mais doce, a do mar .



Comentários

Postagens mais visitadas