O fuso da roca Por Marcelo Bernardo

O fuso da roca
Por Marcelo Bernardo 

As deusas moiras
giram a roda da fortuna,
determinado a sorte,
a vida e a morte...

Nos giros de roda
elas trançam o seu fio,
a trama do destino,
florescer e poda...

As deusas fiandeiras,
Cloto tece o fio da vida,
Láquesis o puxa e enrola,
Átropos corta o fio da vida,
o destino no fuso da roca...

Sigo minha odisséia,
como no poema Ilíada.
Minha guerra é a de Troia.
As deusas Moiras fiandeiras
garantem a minha vitória...
(Clube de Leitura dos Poetas)



Comentários

Postagens mais visitadas