A Corrupção mata por Adriana Janaína Poeta/ in Vai, Brasil

Cada vez que uma juíza ou Ministra ou qualquer autoridade, que exerça cargo público, vai a um salão de beleza passar um esmalte nas suas augustas unhas, o faz com o erário público, ou seja, dinheiro nosso, dos cidadãos brasileiros.
Cada vez que um juiz ou Ministro, ou qualquer autoridade, funcionário público, nosso funcionário, abastece o seu automóvel ou compra o seu charuto de luxo, o faz com o dinheiro nosso, do povo.
Por isso, se os órgãos e funcionários, com seus ricos salários, mordomias e privilégios, não estão agindo ou trabalhando de acordo com suas prerrogativas, por que continuar nos seus cargos, ou com tais órgãos funcionando, já que para nada servem, além de sugar as riquezas do nosso país, às custas do fechamento contínuo de Hospitais, Escolas, e serviços e programas essenciais para a população?...
Para quê CNJ, Comissões de Direitos e Cidadania, Conselhos Tutelares (que parecem existir apenas para disfarçar o inferno, e desviar o foco para as responsabilidades do Estado com relação a situação lamentável e vergonhosa pela qual passam as crianças inocentes, cidadãs brasileiras. Os Conselheiros não têm autoridade e nem meios para proteger as vítimas que busquem proteção, quando existem interesses Externos Maiores envolvidos, que atravessam e fecham os caminhos, para que a Criança vítima continue nas mãos dos abusadores e associados, correndo todos os riscos), Corregedorias, OAB'S, etc...Se apenas existem para servir de cabides de empregos e clubes para eles, os amigos e os familiares?...
Façam uma auditoria. Quantos filhos, primos, irmãos, pais, sobrinhos...Será que a vocação está no sangue apenas? É uma casta? Porque, sem vocação, o que acontece é isso. Ninguém faz o que deve fazer, apenas pensa no dinheiro e benefícios, além da hora de ir finalmente para casa. Dane-se o povo.
O Brasil é rico, grande, têm um povo talentoso, admirável. Mas não existem riquezas que sejam suficientes para suprir a fome e a sede dos vampiros.
Quem é contra as Operações e Investigações lícitas, quem é contra as Intervenções Militares, deve refletir, acima dos interesses pessoais, mas pensando no conjunto. Já ultrapassamos, no Brasil, o ponto aceitável.
A Corrupção mata. A Corrupção não pode ser tolerada. E quem quiser cultivar corruptos e alimentar vampiros, que os leve para suas próprias casas.
(Adriana Janaína Poeta)
20/04/2018




Comentários

Postagens mais visitadas