Soldados Por Adriana Janaína Poeta

Soldados 
Por Adriana Janaína Poeta

Eles foram criados
como soldados,
para não desejar 
nada além do que lhes ordenavam...

E para seguir
apenas as ordens,
não perguntar nada além,
não experimentar amor ou dor...

Mas, rasgando os véus
conheceram mais...
Alguns desviaram os olhos,
outros demoraram...E ficaram.

Raios de sol, chuva, ventania,
pipoca, algodão doce, alegria...
E sendo mínimos prazeres,
se encantaram.

Os anjos não são homens,
nem querem ser.
Querem apenas experimentar.
Ser livres, viver.

Mas, mora dentro deles
este vazio.
Azul, dourado, sol,
precipício...

Porque pousa em suas asas
o medo, a saudade, a solidão.
Ser outro
e a nada pertencer.

Mas, abriga o anjo
um beijo
que ele nunca deu.
Talvez nunca dê.






Comentários

Postagens mais visitadas