Meu Dragão Por Adriana Janaína Poeta

Meu Dragão
Por Adriana Janaína Poeta

Eu estou mordida,
maçã vermelha e nobre.
Fruta sem estação
mas certa.

Eu estou apaixonada,
chicote curto e com nós.
Amor cheio de pecado
e perfeito.

Eu estou amando
um rosto em lugar
que eu não posso ver.
Amando loucamente, sem ter.

Eu estou esperando
o que sei que é meu,
e quem sabe
que de mais ninguém eu quero ser.

Eu estou mordendo
e sendo mordida,
pelo bicho dourado,
divino, enlouquecido, o amor.

E trago no peito
o teu coração entrelaçado
ao meu.
Meu.

E no teu peito
deixo meu corpo,
enrolado e quente,
como prateado ou negro dragão.

E durmo contigo
ainda que você não veja,
e anda contigo agarrada,
mesmo que você não perceba.

Comentários

Postagens mais visitadas