Coelho Por Adriana Janaína Poeta

Coelho
Por Adriana Janaína Poeta

Coelho louco,
desvairado, arredio,
estou aqui.

Coelho amado,
apaixonado, bandido,
ainda está aqui?...

Coelho branco,
olho azul,
outro vermelho...

Coelho macio,
estou contorcendo
e dormindo...

Coelho eriçado,
agarro, bato
e não largo...

Coelho encarniçado,
traído, ludibriado...
Eu posso quebrar tuas algemas...

Coelho amaldiçoado,
esfumaçado, engolido...
Te viram ali?...

Coelho desequilibrado,
já estou com os ponteiros tortos
nas minhas mãos...

Coelho abandonado,
sem xícaras coloridas
e mesa muito comprida para beber...

Coelho peludo e alvo,
abraço, beijo e rechaço,
basta eu querer...

Coelho no prédio acinzentado,
eu posso te alcançar
e ver...

Coelhos reunidos e assustados,
trouxe cenouras 
e água prateada...

Coelho que leva a mão
até a boca aberta,
olhos sempre muito arregalados...

Coelho, eu posso comer.
Coelho, eu posso correr.
Coelho, eu estou aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas