Pai Herói por Adriana Janaína Poeta/ Carta Aberta

    Feliz Dia dos Pais para todos os Pais, heróis, e especialmente para um Pai guerreiro e valente, talentoso, persistente, amigo e afetuoso: Marcelo Bernardo.
    No meio da trama de um grupo de pessoas (Quadrilha), chefiada por um ente invejoso e ganancioso, este Pai não desiste de lutar para que uma criança inocente, sua filha menor de idade, tenha Voz neste País tão desigual. Fosse filha de ministro, político ou corrupto, teria sido ouvida na sua corajosa e triste denúncia em 11 de julho de 2011, no I Conselho Tutelar de Niterói/SCity, Rio de Janeiro.
    Usando o seu sofrimento, agasalhados pelos mesquinhos e ambiciosos interesses de agentes públicos, enfronhados na Corrupção e sangria da Nação, com tentáculos no Legislativo e Judiciário, os monstros reunidos protelam o inevitável, pondo em risco as vítimas, não importa as abundantes provas que esfreguemos (e continuaremos esfregando) nos seus narizes altivos e "nobres".
    Ah, desculpe o transtorno...Estamos lutando para construir um País melhor e mais justo. Não somos parte da "nobreza brasileira", mas somos poetas, temos razões e não damos a mínima para armadilhas e ameaças rasteiras.
    Parafraseando o poeta: Somos capitães dos nossos Destinos. Pode vir a maré, vai nos encontrar de pé e lutando até o fim, "nobres" covardes sem honra.
    Todos estão carecas de saber que temos razão, todos estão carecas de saber que a Criança denunciou o que passava de fato na companhia dos dois criminosos. Tomem logo a atitude correta, a que não tomaram em 2011, para tentar usar a a desgraça da inocente como moeda para ocultar outros crimes. E quem de nada participou na data e posteriormente, mas já foi informado, não se agarre na ideia de que esmoreceremos, ou ainda, que silenciados à força, nos calaremos. Pessoas como nós, almas como as nossas, não se calam.
    Que nossa luta seja exemplo no Brasil e para o mundo. Sempre que se depararem com injustiças e criminosos, não importa quem ou o que sejam, ou acima dos seres humanos e leis se julguem: lute.
Adriana Janaína Poeta
Carta Aberta
Apoio total e absoluto a Marcelo BernardoEu & meu Pai
13/08/2017













































Comentários

Postagens mais visitadas